Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


ID no. of MS BITAGAP manid 5713
City and Library Rio de Janeiro Biblioteca Nacional
Collection: Call number Divisão de Manuscritos: I-14,03,031

External description
Writing surface Papel
Leaf Analysis ff.: 476
Previous owners (oldest first) Rio de Janeiro: Real Bibliotheca Infantado
References (most recent first) Silva (1936-1937), “Manuscritos portugueses existentes na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro”, Anais das Biblioteecas e Arquivos. 2a série 12:48
Note Informam Filipe Alves Moreia e Nanci Romero (2017-01-23 e 01-28) que o MS contem os textos de três crónicas que parecem ser obras de Rui de Pina e de Fernão Lopes, nomeadamente as Crónicas de D. Duarte e a Crónica de D. Afonso V e a primeira parte da Crónica de D. João I. Tratam-se, porêm, de cópias das Crónicas de Duarte Nunes de Leão, sendo:

A) Chronica del Rey Dom Joaõ o prim.o deste nome e dos Reis de Portugal o decimo e a dos Reis Dom Duartte e Dõ Afonso o 5.o
--O copista tinha escrito "osco.o", outra mão riscou e escreveu o "5.o". Não há indicação de fólios, mas contamos 277 para essa crônica. Há muitas anotações marginais, exemplo:

"Despois da morte de dona Inez de castro ouue el Rey dom Pedro de xxã tereya lourenso natural de gualiza a dom Joam que lhe nasceo em Lx.a aonze de abril do anno de 357. sua criação em q foi piqueno encarregou el Rey a Hum F.co moz. cidadaõ onrrado da mesma cidade que moraua a praça dos Canos, de sua infância o entregou a nuno freire de amdrade mestre da ordem de xpo."

Esta crônica não está dividida em capítulos e o texto termina assim:

mui bem acompanhada, e de Inglaterra tomou ele o caminho de Jerusalém aonde foi em romaria e tornou dahi a três anos, Fim.

B) f. 278r. Vida del Rey Dõ Duarte dos Reys de Portugal o XI.

Querendo os grandes do Reyno e o pouo leuãtar por Rey ao Infãte Don Duarte ao seguinte dia q seu pay faleçeo q era aos quinze de Agosto festa dasunção de Nossa S.a do anno de 1433, fazendosse para isso hun grande teatro

C) f. 311r (não numerado, contado a partir do início dessa crônica):

… may da Raynha Dona Joana a que chamaraõ a exelente S.a que do REyno de Castela foi desposada como na uida DelREy Dom A.o o 7.o se dirá. Fim.

D) f. 311v (não numerado):

Vida Del Rey Dom A.o o 5.o deste nome e dos Reys de Portugal o XIJ.

Morto elRey Dom Duarte cuios tempos foram de tanta adversidade pa. o Reyno, sucederaõ outros piores

E) f. 476r (não numerado):

por as guerras em que andaua ao contrario de seu f.o el REy Dom Joaõ que foi amado dos pequenos, e desamado dos grandes. Fim.



Subject Duarte Nunes de Leão, cronista
Fernão Lopes, cronista-mor
Rui de Pina (1440 ca. - 1522 ca.), cronista-mor [1497]
Internet http://catcrd.bn.br/scripts/odwp032k3.dll?t=xs&pr=manuscritos_pr&db=manuscritos&disp=list&sort=off&ss=new&arg=+rei+D.+Joao+I+chronica&use=kw_livre&x=10&y=4
Record Status Created 2013-03-12
Updated 2018-04-13