Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


ID no. of MS BITAGAP manid 3747
City and Library Porto Arquivo Distrital do Porto
Collection: Call number Cartório Notarial de Santo Tirso: NOT/CNSTS01/001/0012 [capa] | Variante de Cota NOT/CNSTSO1/1 Liv. 12 - 1/18/2-Cx 2 [capa]
Copied 1281 ? - 1325 ? (Dias (2003-06))
1301 - 1325 (Nascimento (2008))
1325 a quo (Monteagudo (2019))

External description
Writing surface Pergaminho
Leaf Analysis ff.: 2
Page Layout 2 colunas
Size folha 277 × 202 mm
Hand gótica cursiva
References (most recent first) Ailenii (2019), A Tradução Galego-Portuguesa do Romance Arturiano. Os primeiros testemunhos
Monteagudo (2019), “Variación e cambio lingüístico no galego-portugués (séculos XIII-XIV): os clíticos me / e llhe /lhi e outras formas en -E final”, Boletín da Real Academia Galega 380:380-82
Miranda et al. (2016), Estória do Santo Graal. Livro Português de José de Arimateia. Manuscrito 643 do Arquivo Nacional da Torre do Tombo xiii
Sharrer (2014), “The BITAGAP project since 1988 - Expansion of the corpus of texts and important discoveries”, Humanitats a la Xarxa: Món Medieval - Humanities on the Web: The Medieval World 182
Mérida Jiménez (2013), “Las difusiones ibéricas de la Materia de Bretaña”, Transmisión y difusión de la literatura caballeresca. Doce estudios de recepción cultural hispánica (siglos XIII-XVII) 28-29
Ailenii (2012), “Os primeiros testemunhos da tradução galego-portuguesa do romance arturiano”, 11-19
Ailenii (2010), “Testemunhos arturianos galego-portugueses”, Language and Literature: European Landmarks of Identity 6:134-40
Mérida Jiménez (2010), “La Materia de Bretaña en las culturas hispánicas de la Edad Media y del Renacimiento: textos, ediciones y estudios”, Revista de Literatura Medieval 22:294-95 , n. 2.1.B.2
Ailenii (2009), “O Arquétipo da Tradução Galego-portuguesa da Estoire del Saint Graal à luz de um testemunho recente”, Seminário Medieval 2007-2008 34
Lucía Megías (2005), “Literatura caballeresca catalana: de los testemonios a la interpretación (un ensayo de crítica ecdótica)”, Caplletra 39:236, 239
Nascimento (2008), “As voltas do "Livro de José de Arimateia": em busca de um percurso, a propósito de um fragmento trecentista recuperado”, Península. Revista de Estudos Ibéricos
Nascimento (2005), “Novos fragmentos de textos portugueses medievais descobertos na Torre do Tombo: horizontes de uma cultura integrada”, Península. Revista de Estudos Ibéricos
Dias (2003-06), “A Matéria da Bretanha em Portugal: relevância de um fragmento pergamináceo”, Revista Portuguesa de Filologia 25:153-54
Ailenii (2013-12-16), “A tradução galego-portuguesa do romance arturiano nos séculos XIII e XIV”, e-Spania 16
Note 1) Iniciais a vermelho. 2) Descoberto por Nuno Guina Garcia em 1992 no curso da exploração dos fundos notariais e paroquiais do Arquivo organizada pelo Prof. Doutor Saul António Gomes, docente da cadeira de Codicologia do Instituto de Paleografia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. 3) A existência do bifólio foi logo divulgado por Aida Fernanda Dias, primeiro, na Torre do Tombo, a 5 de Novembro de 2002, e logo depois em Coimbra, a 19 de Fevereiro de 2003, na homenagem ao Professor Costa Pimpão, e mais outra vez, em Lisboa, a 26 do mesmo mês, em comunicação apresentada na Academia Portuguesa da História.
Subject Fragmentos - Manuscritos

Internal Description
Number of texts in volume: 1
Specific witness ID no. 1 BITAGAP cnum 21089
Location in volume ff. 1r-2v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 1075
Desconhecido. Livro de José de Arimateia (Caps. 57, 58, 61, 62 e 63)
Language Português
Date escrito/a 1230 ? - 1240 ?
Incipits & explicits in MS texto: [ 1r] […] de que podya. E ffezeralhe hũa camara … [ 2v] … E sse tu nõ quiseres rrecear mjnha cõpa[…]
References (most recent first) Gutiérrez García (2020), “La corporeidad sin mácula de María: entre el Verbo y el género en textos ibéricos tardomedievales”, Escritura somátia. La materialidad de la escritura en las literaturas ibéricas de la Edad Media a la temprana modernidad
Ailenii (2019), “Das particularidades da tradução das versões ibéricas de Merlin e da sua suite”, Revista Galega de Filoloxía 20:19
Ailenii (2019), A Tradução Galego-Portuguesa do Romance Arturiano. Os primeiros testemunhos
Toledo Neto (2012), “Os testemunhos portugueses do Livro de José de Arimatéia e o seu lugar na tradição da Estorie del Saint Graal: colação de exemplos”, De Cavaleiros e Cavalarias […] 579-80
Ailenii (2012), “Os primeiros testemunhos da tradução galego-portuguesa do romance arturiano”, 403-06
Ailenii (2010), “Testemunhos arturianos galego-portugueses”, Language and Literature: European Landmarks of Identity 6:134-40
Ailenii (2009), “O Arquétipo da Tradução Galego-portuguesa da Estoire del Saint Graal à luz de um testemunho recente”, Seminário Medieval 2007-2008 34
Nascimento (2008), “As voltas do "Livro de José de Arimateia": em busca de um percurso, a propósito de um fragmento trecentista recuperado”, Península. Revista de Estudos Ibéricos 5:129-40
Dias (2003-06), “A Matéria da Bretanha em Portugal: relevância de um fragmento pergamináceo”, Revista Portuguesa de Filologia 25, T. 1:145-221
Nascimento ([2008]), Aracne ou a Dialéctica: da dispersão à integração dos testemunhos da cultura
Note Texto identificado por Aida Fernanda Dias: 2002-08-05.
Record Status Created 2002-09-14
Updated 2020-09-24