Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


Work ID number BITAGAP texid 3337
Authors Henrique da Mota, Juiz dos Órfãos
Titles Lamentação da Mula
Incipit & Explicits texto: Donde sois senhora mula [D 802]
Text Type: Poesia
Associated Persons Refere: Diogo (D.), patrono de Bastião da Costa, vedor
Refere: Henrique (D.), filho de Pedro de Meneses, 3o Conde de Vila Real
Refere: Lopo de Andrade
Refere: Bastião da Costa, vedor
References (most recent first) Muniz (2016), “Anrique de Mota: diálogos dramáticos e questões políticas no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende”, Limite. Revista de Estudios Portugueses y de la Lusofonía 10:2:35 e passim
Rebelo (2006), Teatro português em um acto (séculos XIII-XVIII) 39
Sousa et al. (2002), A Rainha D. Leonor (1458-1525): Poder, misericôrdia, religiosidade e espiritualidade no Portugal do Renascimento 756-57
Rocha (1993), “Lamentação da Mula”, Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa 379
Subject Ermida de Nossa Senhora de Nazaré
Bombarral
Alfarrobeira
Nazaré
Alcoentre
Milão
Arelho
Salir do Porto
Alfeizerão
Vila Nova de Famalicão
Pedeneira
Alcobaça
Caldas da Rainha
Poesia - Incipit
Poesia - Após 1350 - Colecções - Cancioneiro Geral
Number of Witnesses 2
ID no. of Witness 1 cnum 4410
City, library, collection & call number Chantilly: Musée Condé, 1085 [605] (BITAGAP manid 1638)
Copied 1516 - 1530
Location in witness ff. 94v-96v
Title(s) Henrique da Mota, Juiz dos Órfãos, Lamentação da Mula
Trouas d'anRique da Mota a vna mula muyto magra & vella q̃ vyo esta no bõ baRal ha porta de dom diogo filho do marques & era de dom anRique seu yrmão que hya em Romaria a nossa senhora de nazarete & leuaua nela hũ seu amo.
Incipit & Explicits texto: [ 94v] Donde soys senhora mula
Poetic Stanza x
ID no. of Witness 2 cnum 4184
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, Res. 110 A (BITAGAP manid 1013)
Imprint Almeirim/Lisboa: Hermann von Kempen, 1516-09-28
Location in witness ff. 206v-209r
Title(s) Henrique da Mota, Juiz dos Órfãos, Lamentação da Mula
Trouas d'anrriq̃ da mota a hũa mula muyto magra. & velha que vyo estar no bonbarral ha porta de dom dioguo filho do marques & era de dom anrrique seu yrmão que hya em rromaria a nossa senhora de nazarete & leuaua nela hum seu amo
Incipit & Explicits texto: Donde ssoys senhora mula
Poetic Stanza 61 x 9
References Duarte (2008), “Uma vila que gravita em redor de uma Instituição assistencial. A recuperação do património urbanístico do Hospital das Caldas até 1533”, 2:250-54 , n. 31
Resende et al. (1990-2003), Cancioneiro Geral 4:190-207 , n. 802
Resende et al. (1973-74), Cancioneiro Geral 2:265-73 , n. 802
Record Status Created 1989-04-18
Updated 2021-01-15