Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


ID no. of MS BITAGAP manid 1641
City and Library Évora Biblioteca Pública de Évora
Collection: Call number Cod. CV/1-23 d | Olim CV / 1-23 d
Copied 1401 - 1500

External description
Writing surface Pergaminho e papel
Leaf Analysis ff.: 23: [4] + 3 + 11 + [5]
Size folha 198 × 143 mm
Hand gótica
Binding coiro
References (most recent first) Fontes et al. (2010), Inventário dos Fundos Monásticos Conventuais da Biblioteca Pública de Évora 340
Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 371-88
Sobral (2000), “Adições Portuguesas no Flos Sanctorum de 1513 (estudo e edição crítica)”, 146, 150-51, 153
Martins (1957), Peregrinações e Livros de Milagres na Nossa Idade Média 188-89
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:45-93
Martins (1951), “Peregrinações e livros de milagres na nossa Idade Média”, Revista Portuguesa de História 5:87-236

Internal Description
Number of texts in volume: 27
Specific witness ID no. 1 BITAGAP cnum 2967
Location in volume ff. 7v-11r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 2131
Desconhecido. Milagres de São Veríssimo, Santa Máxima e Santa Júlia [série: SML]
Date escrito/a 1451 - 1500
Incipits & explicits in MS texto: [ 7v] Sabhã q̃ntos este milagre virem … [ 11r] … lhe leuasse outra.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 371-88
Sobral (2000), “Adições Portuguesas no Flos Sanctorum de 1513 (estudo e edição crítica)”, 146, 150-51, 153
Martins (1957), Peregrinações e Livros de Milagres na Nossa Idade Média 188-89
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:84-90
Martins (1951), “Peregrinações e livros de milagres na nossa Idade Média”, Revista Portuguesa de História 5:231-32
Specific witness ID no. 2 BITAGAP cnum 35981
Location in volume f. 7v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18845
Date Miraculado/a em: 1412-06-04
Incipits & explicits in MS texto: [ 7v] Sabhã q̃ntos este milagre virem que feira sexta tres dias de Junho era de mjll iiijc. l. años achegou a este mosteyro huã mulher adoorada … [ 7v] … que esto virom hos dc̃tos homẽes ⁊ as ouᵵs molheres dos ꝑdõos ⁊ ysabel glz̃ sac̃stãa & ouᵵs boas donas do ᵭcto mo q̃ hi estauam.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 378-79
Sobral (2000), “Adições Portuguesas no Flos Sanctorum de 1513 (estudo e edição crítica)”, 146
Martins (1957), Peregrinações e Livros de Milagres na Nossa Idade Média 188-89
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:55, 68, 84-85
Martins (1951), “Peregrinações e livros de milagres na nossa Idade Média”, Revista Portuguesa de História 5:231
Specific witness ID no. 3 BITAGAP cnum 35974
Location in volume ff. 7v-8r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18841
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 7v] Huũ homẽ morador em castro verde era tolheyto dos pees ⁊ das maaos E i aueo que na ceyfa andaua hũa sua molher … [ 8r] … E dilhe que se vaa a lixboa ao mo de sc̃os hu eu iaço com minhas Jrmaãs ⁊ faça hi conhocẽça por este bem que lhe he feyto.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:85
Subject Milagres - Milagre
Specific witness ID no. 4 BITAGAP cnum 35979
Location in volume f. 8r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18844
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8r] Huũ omẽ morador em sc̃a agna de palmella auia maleyta de cada dia E auia tres años ⁊ meo que nunca ho leyxara … [ 8r] … ⁊ como esto poo com deuoçõ em sua võtade logo aq̃lla ora se achou saão ⁊ saluo.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:85
Specific witness ID no. 5 BITAGAP cnum 35972
Location in volume f. 8r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18840
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8r] Hũu omẽ morador na mexueira avia huũ filho ho qual era sordo ⁊ nom ouuia pouco nẽ muito ⁊ elle andando asi mui cuitado por seu filho … [ 8r] … ⁊ logo aquella ora que ho asi prometeo logo recebeo saaude de seu ouuido ⁊ elle cõprio aquello que prometeo.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:85
Specific witness ID no. 6 BITAGAP cnum 35983
Location in volume f. 8r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18846
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8r] Hũu home morador na alfama começou a fazer hũua casa em dia de sam verissimo ⁊ veo hũu seu vizinho … [ 8r] … E o homẽ lhe disse que fossse a molher por elle ⁊ rogasse por el aos sc̃os m̃tires ⁊ logo foy saão.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 380
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:85-86
Specific witness ID no. 7 BITAGAP cnum 35970
Location in volume f. 8v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18839
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8v] Huũ homẽ morador em monte agraço avia huũa vinha ⁊ era chea de pulgom ⁊ de lagarta em tal guisa q̃ a comia toda … [ 8v] … ⁊ que el seeria em cada huũ año seu romeu ⁊ q̃do tornou a ueer sua vinha achoua sãa ⁊ cõ seu fruito.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:86
Specific witness ID no. 8 BITAGAP cnum 35986
Location in volume f. 8v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18847
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8v] Huũa molher morador em lixboa na freguisia de sam thome avia huũa vinha em alualade ⁊ veerom lhe dizer que era tolħyta de corisco … [ 8v] … ⁊ rogulhes que lhe tolhesses aq̃la praga ⁊ logo foy fora q̃ mays nõ pareçeo a praga.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:86
Specific witness ID no. 9 BITAGAP cnum 35988
Location in volume f. 8v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18848
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8v] Huũ homẽ morador en sintra tinha seu trigo em sua era debulhando ⁊ qũndo chegou aa eyra ꝑa o apanhar ⁊ emcouar achou o todo de gorgulho cheo … [ 8v] … ⁊ el hyndo ꝑa o medir achou huũ mõte de gorgulho em q̃ avia huũ alq̃yre ⁊ o trio todo saão.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:86
Specific witness ID no. 10 BITAGAP cnum 35990
Location in volume f. 8v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18849
Date Miraculado/a em: "no mar"
Incipits & explicits in MS texto: [ 8v] Huũ homẽ ẽ cizĩbra morador era marinheyro ⁊ andaua sobre o mar el ⁊ hũu seu filho ouuerõ grande tormenta ⁊ nuca leyxarom sc̃o que soubessem q̃ nõ chamassem … [ 9v] … E aa ora que esto disserom amasou o ũeto ⁊ forõ a porto cõ saude.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:86
Specific witness ID no. 11 BITAGAP cnum 35992
Location in volume ff. 8v-9r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18850
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 8v] Huũ home ꝑ nome Sᵵ carrasco +et+ outros com el indo ꝑa aliacira em huũ bayxel q̃ndo hi iazia el rey dõ fernando tomou os huã tormẽta … [ 9r] … ⁊ elles pasando aalẽ dos penedos pareçeulhes q̃ nõ auia hi porta nenhũa de guisa q̃ os da terra se marauilhauã.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 378-79
Sobral (2000), “Adições Portuguesas no Flos Sanctorum de 1513 (estudo e edição crítica)”, 6:146
Martins (1957), Peregrinações e Livros de Milagres na Nossa Idade Média 189
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:86-87
Martins (1951), “Peregrinações e livros de milagres na nossa Idade Média”, Revista Portuguesa de História 5:232
Specific witness ID no. 12 BITAGAP cnum 35998
Location in volume f. 9r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18854
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9r] Hũa molher ꝑ nome Guiᵵia p̃riz morador em Sam giãao era mal doente E deu lhe cobiiça de comer pescado … [ 9r] … E a aq̃lla ora que os rogou logo lhe sayu hũu vermẽ em dereito do coraçom ⁊ logo ficou sãa guarida.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377, 380
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87
Specific witness ID no. 13 BITAGAP cnum 35999
Location in volume f. 9r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18855
Date Miraculado/a em: a caminho para o
Incipits & explicits in MS texto: [ 9r] Hũa molher per nom̃ domingas afom̃ criada de orraca mẽediz dona de sc̃os siia escamando hũu pouco de pescado … [ 9r] … ⁊ chegouse huũ dia a estes m̃tires ⁊ pos o dedo no moymento ⁊ logo foy sãa.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87
Specific witness ID no. 14 BITAGAP cnum 36000
Location in volume f. 9r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18856
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9r] Hũu home morador na moxoeira era surdo q̃ non ouuia pouco nẽ muyto E nẽbrose dos milag̃s q̃ ouuera dizer que estes m̃tires faziam … [ 9r] … ⁊ tanto que chegou ao moymento destes sc̃os m̃tires ouuio melhor q̃ ante ouuia.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87
Specific witness ID no. 15 BITAGAP cnum 36001
Location in volume f. 9r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18857
Incipits & explicits in MS texto: [ 9r] Hũu home bõo tinha huũ filho ⁊ era surdo ⁊ ouuio dizer dos milages q̃ ᵭs fazia por estes sc̃os m̃tires … [ 9r] … ⁊ logo em ãqlla ora foy sãao.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 379, 380
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87
Specific witness ID no. 16 BITAGAP cnum 36002
Location in volume f. 9r-v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18858
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9r] Huũ home morador em esta cidade de lixboa era çego auia doꝰ años ⁊ ueo em romaria a estes Sc̃os m̃tires ⁊ ouuio o s̃mõ … [ 9v] … ⁊ indose ꝑa sua casa ⁊ ante que ala chegasse deu lhe ᵭs seu lume.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 379
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87
Specific witness ID no. 17 BITAGAP cnum 36003
Location in volume f. 9v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18859
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9v] Hũa molher de lixboa morador na alfama ꝑdeo a uista dos olhos auia grã tẽpo ⁊ ueo em romaria a estos sc̃os m̃tires … logo recebeo lumẽ ⁊ uio como outro omẽ qualq̃r.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 5:87
Specific witness ID no. 18 BITAGAP cnum 36004
Location in volume f. 9v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18860
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9v] Hũa molher de lixboa per nome eluira piriz E moraua em sam nicolao avia hũa filha ⁊ avia gram tẽpo que era cega … [ 9v] … ⁊ tanto que chegou ao moymẽto hu iazẽ logo recebeo saude ⁊ lume cõprido.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377, 382
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87
Specific witness ID no. 19 BITAGAP cnum 36005
Location in volume f. 9v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18861
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9v] Hũa dona deste moosteyro fezesse lhe gota fistolla na boca ⁊ era muy coytada ⁊ enviou ꝑ meestre reynel celorgiã de lixboa … [ 9v] … E rogou lhes q̃lhe posessem cõselho ⁊ asi uisiuelmente foy logo sãa.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:87-88
Specific witness ID no. 20 BITAGAP cnum 36006
Location in volume f. 9v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18862
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 9v] Hũa molher morador en benauente avia hũa filha muy doente de fistola gram tẽpo avia ⁊ andara ꝑ muytos meestres … [ 9v] … logo recebeo saude ⁊ deu muitas graças ⁊ muytos louuores a ᵭs ⁊ a estes gl~iosos m̃tires.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 381
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:88
Specific witness ID no. 21 BITAGAP cnum 36007
Location in volume ff. 9v-10r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18863
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto I: [ 9v] Hũu scudeyro moraua em torres ꝑ nomẽ Sᵵ p̃riz deu lhe hũa door no braço ⁊ aazouxe lhe em el gota fistola … [ 10r] … ⁊ logo em aq̃lla noite lhe abaxou a door do braço ⁊ leyxou de deitar ⁊ ficou sãao ⁊ guarido.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 381
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:56, 88
Specific witness ID no. 22 BITAGAP cnum 36008
Location in volume f. 10r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18864
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 10r] Hũu homẽ morador em sam giaão ꝑ nome Johã bernaldez capareyro tinha hũu dedo tolħyto de hũa door muy grãde … [ 10r] … ⁊ rogou estes m̃tires q̃ lhe dessem saude ⁊ feyta sua oraçom ficou logo sãao.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:88
Specific witness ID no. 23 BITAGAP cnum 36009
Location in volume f. 10r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18865
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 10r] Hũu homẽ morador na sobredita freguesia de Sam giãao ꝑ nome symõ capateyro ⁊ era mal doente de hũu braço … [ 10r] … E cõ gram deuoçõ ueo a estes m̃tires ⁊ foy logo sãao del.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 377
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:88
Specific witness ID no. 24 BITAGAP cnum 36010
Location in volume f. 10r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18866
Date Miraculado/a em: a caminho para
Incipits & explicits in MS texto: [ 10r] Hũa molher morador ẽ ribateio auia demonio E era ia tolheyta ⁊ nõ avia ẽtendim̃to nehũu ⁊ iazendo dormindo ueo a ella sam verissimo … [ 10r] … ⁊ lançou hũu ᵭro de chũbo polla garganta della ⁊ fez iuram̃to que nunca a mais filhase.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 378
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:88-89
Specific witness ID no. 25 BITAGAP cnum 35996
Location in volume f. 10r-v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18853
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 10r] Hũa molher moraua a par d'alãquer ⁊ auia hũa filha casadoira ⁊ filhauaa o demonio … [ 10v] … ⁊ chegou ao moosteyro ⁊ foysse aso o moymento hu iazẽ os m̃tires ⁊ feze lhes sua oraçom ⁊ logo o diaboo se partiu della ⁊ ficou liure ⁊ saã.
References (most recent first) Gameiro (2007), “Sociologia e geografia do culto medieval dos Santos Mártires de Lisboa”, Lisboa Medieval.- Os rostos da Cidade 378
Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:89
Specific witness ID no. 26 BITAGAP cnum 35976
Location in volume f. 10v
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18842
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 10r] Hũa molher andaua sãdia auia gram tempo ⁊ andaua polla terra ⁊ feria a gẽte ⁊ non q̃ria trazer cousa do mundo … [ 10v] … E ella q̃ndo hi chegou era polla manhaa ⁊ foisse para soo moymẽto dos martires E q̃ndo ora de terça alçouse sãa ⁊ salua ⁊ corda.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:89
Specific witness ID no. 27 BITAGAP cnum 35994
Location in volume ff. 10v-11r
Uniform Title IDno, Author and Title texid 18851
Date Miraculado/a em:
Incipits & explicits in MS texto: [ 10v] Huã molher de cerzeda auia huũ filho peq̃no E auia espanto em tal guisa q̃ q̃ndo vinha este espanto cuidaua q̃ morresse … [ 11r] … E veo lhe em sonhos sam verissimo ⁊ disse lhe que aq̃lla candea que lhe leuara que nõ era sua mays que era alhea ⁊ que se ergesse ⁊ lhe leuasse outra.
References (most recent first) Martins (1955), “A legenda dos santos mártires Veríssimo, Máxima e Júlia, do cód. CV/1-23 d., da Biblioteca de Évora”, Revista Portuguesa de História 6:89
Record Status Created 1989-03-22
Updated 2019-04-14