Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


ID no. of Person BITAGAP bioid 1214
Name Rodrigo de Castro (D.) o de Monsanto, Senhor de Valhelhas
Rodrigo de Monsanto(D.)
Sex M
Title Senhor de Valhelhas
Senhor de Famalicão
Senhor de Almendra
fronteiro-mor de Lisboa 1497-11-21
alcaide-mor de Covilhã
alcaide do castelo de Covilhã
capitão de Tânger
Milestones Nascimento 1440 (Wikidata)
Óbito 1503 (Wikidata)
Associated Persons filho natural de: Álvaro de Castro (D.), 1o Conde de Monsanto [1460-05-21]
irmão de: Guiomar de Castro (D.) (Nascimento 1450 ca.)
meio-irmão de: João de Castro (D.), 2o Conde de Monsanto [1475-10-21 - 1496]
meio-irmão de: Joana de Castro (D.), 13. Senhora de Cascais [1496 - 1519]
*escudeiro: Álvaro Fernandes, Vedor dos Vassalos [1484-12-28]
do Conselho de: João II (D.) o Príncipe Perfeito, 13. Rei de Portugal [1481 - 1495]
embaixador de: Manuel I (D.) o Venturoso, 14. Rei de Portugal [1495 - 1521] (1498)
Affiliation poeta
Author of texid 2576 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “A tristeza que se tem [D 582 -05]” (tr. Beatriz de Sá)
texid 2873 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “A vinte três dias do mês de Janeiro [D 606]” (tr. João de Meneses [Tarouca], 1o Conde de Tarouca)
texid 1833 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas… “Ainda me agora abalo [D 220 -01]”
texid 2870 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Eu disse-lhe tate perra [D 604 -03]”
texid 2697 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Eu disse que eram corais [D 590 -02]”
texid 2712 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Eu logo daqui o digo [D 594 -06]”
texid 2650 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Irei eu daqui a Roma [D 587 -08]” (tr. Guterre Coutinho, comendador de Sesimbra), escrito/a 1481-08-22 depois de
texid 2639 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Lancem-vos fora do paço [D 586 -03]”
texid 2703 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Lourenço comprar [D 592 -01]” (tr. Lourenço de Faria)
texid 2869 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Mais comprida e mais delgada [D 604 -02]”
texid 1615 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Para tal grado levar [D 567 -14]” (tr. Filipa de Vilhena)
texid 2705 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas… “Pelas vossas alcaladas [D 593 -01]” (tr. João Gomes da Ilha)
texid 2700 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Que não venha bem a pêlo [D 591 -01]” (tr. Martinho de Távora)
texid 1614 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Que posso por vós dizer [D 567 -13]” (tr. Filipa de Vilhena)
texid 2698 Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas, “Senhores se me tomais [D 590 -03]”
Other Associations with Works texid 2872 Fernão da Silveira, coudel-mor, “Mais prazer que uma toura [D 605]”
texid 2871 Fernão da Silveira, coudel-mor, “Ouvi de todos mandado [D 604 -04]”
texid 2868 Fernão da Silveira, coudel-mor, “Pois medistes assim crua [D 604 -01]”
texid 1834 Fernão da Silveira, “Eu te vi aquele dia [D 220 -02]” (tr. Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas)
texid 2707 Fernão da Silveira, “Houve ledice sobeja [D 594 -01]”
texid 1905 Francisco de Portugal, 1o Conde do Vimioso, “Das três grandes Guiomares [D 279]” (tr. Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas…)
texid 1948 João Fogaça, capitão de São Jorge, “Senhor vistes nunca tal [D 325]” (tr. Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas)
texid 2706 João Gomes da Ilha, “Pois vos parecem erradas [D 593 -02]” (tr. Rodrigo de Castro, Senhor de Valhelhas…)
texid 24757 João II, 13. Rei de Portugal, Carta de licença a D. Rodrigo de Castro para a construção de casas no muro de Covilhã, escrito/a 1490-05-12
texid 23587 João II, 13. Rei de Portugal, Carta de licença de físico em Covilhã a Mestre Samuel Abenassel, escrito/a 1482-08-01
texid 17168 Luís Godinho, Certidão do auto de desnaturamento, juramento, preito e menagem para guardar as terçarias dos Infantes no castelo de Moura feito por D. Rodrigo de Castro, alcaide da Covilhã nas mãos de Fernão da Silveira, coudel-mor, escrito/a 1481-01-08
texid 26843 Manuel I, 14. Rei de Portugal, Carta nomeando a D. Rodrigo de Castro para o ofício de fronteiro-mor de Lisboa, tal como o tinha D. João de Castro, conde de Monsanto e seu irmão [confirmação da mercê de D. Afonso V e do príncipe D. João, na qual se prometia a D. Rodrigo de Castro dito ofiçio aquando do falecimento de D. João de Castro], escrito/a 1497-11-21
texid 14493 Manuel I, 14. Rei de Portugal, Instrução, enviada de Saragoça, a D. Rodrigo de Castro e D. Henrique Coutinho, embaixadores ao Papa Alexandre VI, escrito/a 1498
texid 2711 Pedro de Ataíde, “Quando me dizem rapada [D 594 -05]”
References (most recent first) Morán Cabanas (2015), “Riso e traje: uma combinação recorrente no Cancioneiro Geral”, O Riso. Teorizações - Leituras - Realizações
Wikimedia Foundation (2012-), Wikidata , n. Q10363968
Lanciani et al. (1993), Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa 577-78
Dias (1966), O Cancioneiro Português do Museu Condé de Chantilly 36, 65
Note O Bioid 1225 (Rodrigo de Monsanto) foi suprimido. No Cancioneiro Gera há textos poéticos identificados com o nome Rodrigo de Castro e outros com Rodrigo de Monsanto, mas são a mesma pessoa (Lanciani, et al. [1993]).
Subject Recursos electrónicos - Internet
Internet https://www.wikidata.org/wiki/Q10363968 visto 2021-08-02
Record Status Created 1989-03-09
Updated 2021-08-02