Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


ID no. of Person BITAGAP bioid 1213
Name Diogo Lobo da Silveira (D.), 2o barão de Alvito [1484]
Diogo Lopes da Silveira(D.)
Sex M
Title 2o barão de Alvito 1484
Mordomo-mor
Milestones Óbito 1525 ca.
Associated Persons irmão de: Fernão da Silveira o Moço, poeta
filho de: João Fernandes da Silveira (Dr.), 1o barão de Alvito [1475-04-27 - 1484]
pai de: João Lobo (D.) (Óbito 1513-12-03 antes de)
senhor de: Duarte Fróis, tabelião régio das Notas em Lisboa [1482-07-02 antes de - 1492-05-12]
senhor de: Duarte Fróis, tabelião público em Sacavém [1483 ca.]
Author of texid 2573 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Como sarará meu mal [D 582 -02]” (tr. Beatriz de Sá)
texid 2728 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Em tempo de El-Rei Duarte [D 596 -03]”, escrito/a 1496-08 antes de
texid 2985 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Mandou El-Rei na fazenda [D 613 -35]” (tr. Pero de Sousa Ribeiro, alcaide-mor de Pombal), escrito/a 1505-09
texid 2729 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Mas pois que esta feita é [D 596 -04]” (tr. Lopo de Sousa, 2o Senhor de Vila de Prado), escrito/a 1496-08 antes de
texid 2609 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Não sei em que siso cabe [D 584 -03]” (tr. Guiomar de Meneses)
texid 2528 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Se com vosso parecer [D 579 -02]” (tr. Joana de Mendoça), escrito/a 1514 antes de
texid 2447 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Se já não fora tomado [D 573 -22]” (tr. Filipa de Abreu), escrito/a 1507 antes de
texid 3265 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Senhor vingança me dai [D 735]”
texid 1612 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Sois tão formosa tão linda [D 567 -09]” (tr. Filipa de Vilhena)
texid 2866 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Temos-vos em grande estima [D 603 -01]” (tr. Leonel de Melo)
texid 2552 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Todo mal eu adivinho [D 580 -11]” (tr. Margarida Freire)
texid 2463 Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito, “Vosso mal é tão sem cura [D 574 -09]” (tr. Beatriz de Vilhena)
Other Associations with Works texid 2995 Desconhecido… “Pois que vemos tantos modos [D 615]”, escrito/a 1488 ?
texid 2862 Francisco da Silveira, coudel-mor, “Já nós vimos em Lisboa [D 602 -01]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 1894 Francisco de Portugal, 1o Conde do Vimioso, “Abaixo de Escaropim [D 268 -01]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 1895 Francisco de Portugal, 1o Conde do Vimioso, “Deixou o barco e as redes [D 268 -02]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 1892 Francisco de Portugal, 1o Conde do Vimioso, “Ó mui estreitos bocais [D 266]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 1896 Francisco de Portugal, 1o Conde do Vimioso, “Sois ágil no português [D 269]”
texid 2863 Jorge da Silveira, “Ouvi novas de caídas [D 602 -02]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 2864 Nuno Pereira, alcaide-mor da vila de Vidigueira, “Galante que assim se emborca [D 602 -03]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 2865 Nuno Pereira, alcaide-mor da vila de Vidigueira, “Mas seja bem empregado [D 602 -04]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito)
texid 2955 Pero de Sousa Ribeiro, alcaide-mor de Pombal, “Guardava para o barão [D 613 -05]” (tr. Diogo Lobo da Silveira, 2o barão de Alvito), escrito/a 1505-09
texid 3259 Pero de Sousa Ribeiro, alcaide-mor de Pombal, “Que mal me queres Cabanas [D 730 -01]”
References (most recent first) Dias (1966), O Cancioneiro Português do Museu Condé de Chantilly 51-52
Zúquete (1960-61), Nobreza de Portugal 2:268
Record Status Created 1989-03-09
Updated 2019-01-01