Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


Work ID number BITAGAP texid 1105
Authors Jacobo de Benavente ?
Petrus Paschoalis, bispo de Xaém ?
Titles Viridarium Consolationis de Vitiis et Virtutibus
Vergel de Consolação
Virgeu de Consolação
Incipit & Explicits texto: Segundo como diz o Apóstolo São Pedro
Date / Place escrito/a 1350 ca.
traduzido/a 1497 a quo ?
Language Português
Latim (orig.)
Castelhano (interm.)
Text Type: Prosa
References (most recent first) Leandro (2020), “A iniciação dos nobres nos valores da corte (Portugal/século XV)”, 17 e passim
Lima et al. (2019), “Vícios, virtudes e a representação do bom cristão para a Ordem dos Cistercienses. O exemplo de Alcobaça”, Nas Trilhas da Antiguidade e Idade Média 149-53
Teodoro (2019), Guias dos Costumes Cristãos. Os primeiros opúsculos pastorais em Língua Portuguesa
Teodoro (2019), “Vocábulos para ordenar o espírito (Portugal - seculo XV)”, História Unisinos 43, 45
Teodoro (2017), “Instruções religiosas para o bem falar (Portugal/Castela - séculos XIV e XV)”, Tempo 23, n. 1:132-33
Teodoro (2017), “La place des opuscules pastoraux au Portugal du XVe siècle. L'exemple cistercien de l'Explication des Dix commandements de la loi de Dieu”, Bulletin du centre d”études médiévales d'Auxerre 21:1:2
Teodoro (2016), “Crime e perdão em Castela e Portugal (séculos XIV e XV)”, Revista de História 232-33
Lima (2015), “Os pecados capitais a partir do texto alcobacense o Virgeu de Consolaçon (séc. XV)”,
Silva (2014), “O regimento do corpo em Portugal no século XV”, 12, 31-32, 37, 51, 63-64, 86, 88, 160
Lima (2013), “Os cistercienses de Alcobaça: pecados e pecados capitais”, Reflexões sobre o Medievo III: práticas e saberes no ocidente medieval II 235-52
Maleval (2012), “Do Vergel de consolação ao paraíso: atalhos de um percurso”, Atas da IX Semana de Estudos Medievais 1, 3-5
Teodoro (2012), A escrita do passado entre monges e leigos. Portugal - séculos XIV e XV 45-46, 133
Silva (2011-07), A esperança e o bem moral nos escritos religiosos portugueses -séculos XIV e XV
Maleval (2010), “O jardim místico do medievo”, Revista do Centro de Estudos Portugueses 30:13 e passim
Lima (2009), O significado da doutrina dos sete pecados capitais no Virgeu de Consolaçon 2.2
Silva (2009), “Práticas de Leitura e Ensinamentos Morais na Corte de Avis”,
Berriel (2003), “A prosa moralística portuguesa: a narrativa na formação da identidade cristã (séculos XIV e XV)”, Anais do XXII Simpósio da ANPUH
Melo (1997), Imagens da Arte: Contributos para a historiografia da Arte em Portugal no século XV 87
Boni (2001), “Prosa agiografica e romanzo cavalleresco”, Civiltà letteraria […] 254-55
Cepeda (1995), Bibliografia da Prosa Medieval em Língua Portuguesa 138-39
Pinto-Correia (1993), “Vergel de Consolação”, Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa 658-59
Martins (1959), “A ética social no Vergel de Consolação”, Revista Portuguesa de Filosofia
Martins (1949), “O Vergel de Consolação”, Brotéria
Subject Fundo Geral
Ascética
Number of Witnesses 1
ID no. of Witness 1 cnum 1092
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, ALC. 211 (BITAGAP manid 1103)
Copied Alcobaça ?: Zacarias de Paio Pele, 1401 - 1500
Location in witness ff. 8r-73r
Title(s) Jacobo de Benavente… Vergel de Consolação, traduzido/a 1497 a quo ?
Ora se começa o liuo muy nobr. e de g̃m consolaçõ p̃ a alma q̃ se chama virgeu de consolaçon, 8r
Incipit & Explicits introdução: [ 8r] Segundo como diz o apostolo sam pedro
texto: [ 9v] Primeyra menᵵ começa o tr̃tado da sob~ua … [ 73r] … e cõ o spu sco p̃a todo semp̃ Amen.
References Martins (1960), “O 'Viridarium Consolationis' e a sua versão portuguesa”, Itinerarium
Veiga (1959), Virgeu de Consolaçõn. Edição crítica de um texto arcaico inédito. Introdução, gramática, notas e glossário
Veiga (1956), “Virgeu de consolaçon”, Revista Brasileira de Filologia
Ferrão (1953), “Vergel de Consolação”,
Record Status Created 1988-07-23
Updated 2021-04-14