Philobiblon (sm)(tm)

Back to Search     Back to Results


Work ID number BITAGAP texid 1031
Authors Desconhecido
Titles Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira
Crónica do Condestável
Incipit & Explicits prólogo: Antigamente foi costume fazerem memória
texto: Em Portugal houve um grande cavaleiro
Date / Place escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Text Type: Prosa
Associated Persons Sobre: Nuno Álvares Pereira (D.), condestável de Portugal
References (most recent first) Guimarães et al. (2020), “'Como gente temerosa e desesperada em que não há virtude nem fortaleza': a atualização do topos do peão covarde nas crônicas de Fernão Lopes, Gomes de Zurara e Rui de Pina”, Revista de Estudos de Cultura 26
Pires (2019), “Batalha de Aljubarrota: Novos elementos interpretativos”, 139 e passim
Russo (2019), “A Crónica de D. Pedro I: a estratégia cronística em Fernão Lopes”, 114-15
Rosa et al. (2018-10), “La noblesse dans la frontière nord-africaine (Portugal, 1415-1515): guerre, chevalerie, croisade”, e-Spania 31
Aguiar (2018), “A 'honra' de cavalaria e a aristocracia medieval portuguesa”, Anuario de Estudios Medievales 48:2:576
Beceiro Pita (2018), “La incidencia de la religiosidad en el establecimiento de las monarquías hispánicas de fines del medievo”, La espiritualidad y la configuracion de los reinos ibéricos (siglos XII-XV) 347-48
França (2018), “Palavras capitais na história dos reis, dos infantes e dos navegadores”, Topoi. Revista de História 19:39
Nascimento (2018), “Do Condestável de Portugal a Nuno de Santa Maria: elementos para a construção de um santo”, Mirabilia Journal 84 e passim
Coelho (2017), “As Feridas da Guerra no Portugal Medievo. Violência, sofrimento e cuidados médicos no campo de batalha”, 3, 51 e passim
Monteiro (2017), Nuno Álvares Pereira -- Guerreiro, senhor feudal, santo: os Três Rostos do Condestável 25, 38-51, 70-74, passim
Duarte (2016), “A marinha na conquista de Ceuta em 1415”, Ceuta e a Expansão Portuguesa. Actas XIV Simpósio de História Marítima,10 a 12 de Novembro de 2015 272
Fonseca (2016), “A empresa de Ceuta - dos antecedentes às circunstâncias que ditaram as causas próximas”, Ceuta e a Expansão Portuguesa. Actas XIV Simpósio de História Marítima,10 a 12 de Novembro de 2015 68
Editado em: Machado (2016), Crónica do Condestabre de Portugal
Blackmore (2015), “Singing the Scene of History in Fernão Lopes”, In and Of the Mediterranean: Medieval and Early Modern Iberian Studies 148, 153-54 (nota 11)
Costa (2015), “Álvaro Gonçalves Pereira: um homem entre a oração e a construção patrimonial duma estratégia de consolidação familiar”, População e Sociedade 23:54
Fonseca et al. (2015), “Historiography and Portuguese Identity: How in Medieval Portugal the kingdom is seen through the eyes of the Iberian Peninsula”, Catalonia and Portugal: The Iberian Peninsula from the Periphery 284
Moreira (2015), “Escatologia, redenção e memória na historiografia portuguesa do séc. XV (Crónica de 1419; Crónica do Condestabre; Tratado da Vida do Infante D. Fernando; Crónica de D. Afonso Henriques)”, Redenção e Escatologia: Estudos de Filosofia, Religião, Literatura e Arte na Cultura Portuguesa 1:2:149-
Zierer (2015), “O rei Artur e sua apropriação na longa duração, do rei Afonso III, de Portugal, a D. Sebastião, o Desejado”, Revista Graphos 17:2:84
Coimbra (2014), “A ascensão da nobreza secundogênica de legitimação e consolidação da Dinastia de Avis: o caso de Nuno Álvares Pereira”,
Guimarães (2013), “Crônicas ibéricas de cavaleiros: escrita, cultura e poder no século XV”, Signum. Revista da ABREM 14:103-23
Guimarães (2013), "Por São Jorge! Por São Tiago!": batalhas e narrativas ibéricas medievais
Maleval (2012), “Do Vergel de consolação ao paraíso: atalhos de um percurso”, Atas da IX Semana de Estudos Medievais 2, 11
Maleval (2012), “A estoria de Dom Nuno Alvrez Pereyra ou Coronica do Condestabvre”, Série Estudos Medievais 3: Fontes e edições 3:112, 115-17
Baleiras (2012), Uma Rainha Inesperada: Leonor Teles 376-77
Fernandes (2011), “Dinis, o Infante e Nuno, O Condestável: Dois modelos de nobre na época de Aljubarrota”, Anais do VIII Encontro Internacional de Estudos Medievais 1:307 , n. 14
Amado (2010), “Crónica do Condestável (Chronicle of the Constable)”, The Encyclopedia of the Medieval Chronicle 1:320
Moiteiro (2010), “Sobre Nun'Álvares Pereira … Notas historiográficas”, Lusitania Sacra. 2a série 22:203-21
Fernandes (2009), “A construção da sociedade política de Avis à luz da trajetoria de Nuno Álvares Pereira”, A Guerra e a Sociedade na Idade Média. Actas das VI Jornadas Luso-Espanholas de Estudos Medievais 1:429 e passim
Nascimento (2009), “Nuno de Santa Maria: o homem e o santo que é herói de Portugal”, Igreja e Missão 21:173-45
Guimarães (2008), “O Papel da Violência na Ordem Pública”, Biblos 22:69-81
Guimarães (2008), Aljubarrota (1385) em três capítulos de crônicas ibéricas tardo-medievais
Martins (2008), “Nuno Álvares Pereira e a apologia da cavalaria na Crónica do Condestável (século XV)”, Revista Vernáculo 21-22:237-42
Martins (2008), Nuno Álvares e a apologia da cavalaria na Crónica do Condestável (século XV)
Encarnação (2006), “A guerra vista do chão (Os conflitos militares em Portugal nos reinados fernandino e joanino observados numa perspectiva local)”,
Moiteiro (2005), “Da Lisboa de Nun'Álvares à Lisboa do Santo Condestável. Uma nova devoção na cidade dos reis de Avis”, A Nova Lisboa Medieval. Actas do I Encontro
Casimiro (2004), “A Apropriação ideológica da figura de Nuno Álvares Pereira em Momentos de Crise Nacional”, 15-18, 20-27
Oliveira (2004), “Mais pedras que de livros, D. Afonso, 4o Conde de Ourém e a cultura nobiliárquica do seu tempo”, Actas. Congresso Histórico D. Afonso 4.o Conde de Ourém, e sua Época 303
Vilar (2003), “Os forais do Além-Tejo: restaurar e povoar ou tão-só reconhecer”, Vária Escrita 48-49, 75, 85, 91
Duarte (2002), Leonor Teles, ensaio biográfico passim
Magalhães (1997), História e Antologia da Literatura Portuguesa. Séculos XIII-XIV 77-78
Hutchinson (1988), “Anglo-Portuguese Relations and Arthurian Revival in Portugal”, Actas do Colóquio Comemorativo do VI Centenário do Tratado de Windsor 279
Dantas (1916), “O libelo do Cardeal Diabo”, Outros Tempos 113-16, 118-19
Gomes (2005), “Zurara and the empire: Reconsidering fifteenth-century Portuguese historiography”, Storia della Storiografia - Histoire de l'historiographie - History of Historiography 47:56-89
Esteves (2004), “Nuno Álvares Pereira e a Casa de Brangaça. O Poder e o Herói”,
Zierer (2004), “Paraíso, Escatologia e Messianismo em Portugal à Época de D. João I”,
Duarte (2002), “A Crónica perdida de Vasco Fernandes de Lucena”, Biblos 78:131
Branco (2001), “Quando o corpo éfigura: estratégias de representação de Buno Álvares na Crónica do Condestável”, Figura. Actas do II Colóquio […] 125-32
Carvalho (2001), “A Crónica do Condestabre”, História da Literatura Portuguesa. Vol. I […] 421-36
Branco (1998), “Emergência de um herói: estudo da Crónica do Condestável”,
Horvat (1997), “The Political Context and Content of Fernão Lopes' Crónica do Condestável”,
Branco (1995), “A representação das mulheres na Coronica do Condestabre”, Medioevo y literatura […]
Cepeda (1995), Bibliografia da Prosa Medieval em Língua Portuguesa 81-84
Hutchinson (1995), “Nun'Álvares Pereira: A Portuguese Hero in the Arthurian Mold”, Portuguese, Brazilian, and African Studies: Studies Presented to Clive Willis on His Retirement
Hutchinson (1995), “Por detrás de um grande Homem…”, Actas do IV Congresso da Associação International de Lusitanistas 1011-21
Branco (1994), “A pulsão biográfico no prólogo da Crónica do Condestabre”, Românica
Branco (1994), “O Outro: Travesti do Igual”, A Guerra até 1450 […]
Amado (1993), “Crónica do Condestabre”, Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa 186-88
Monteiro (1989), “Fernão Lopes e os cronistas coevos: o caso da Crónica do Condestabre”, Revista de História das Ideias 11:37-61
Alexandrino (1970), “A 'Crónica da tomada de Ceuta': sua discordância da 'Crónica do Condestabre', subsídios para a resolução do problema”,
Castelo-Branco (1968), “Borba e Vila Viçosa na crise de 1383”, Revista Portuguesa de História 11:2:305-17
Soares (1968), “Ainda sobre a chamada 'Cronica do Condestabre'”, Revista Portuguesa de História 11:2:382-85
Sousa (1967), “Andanças de Nuno Álvares, segundo o autor anónimo da Crónica do Condestbre”, O Instituto 129:107-55
Monteiro (1966), “A 'Crónica do Condestabre' é ou não de Fernão Lopes”,
Martins (1957), Peregrinações e Livros de Milagres na Nossa Idade Média 167
Martins (1951), “Peregrinações e livros de milagres na nossa Idade Média”, Revista Portuguesa de História 5:92
Bell (1933), “Fernam Lopez and the Cronica do Condestabre”, Modern Language Review
Cidade (1931), “É Fernão Lopes o autor da 'Crónica do Condestabre'?”, O Instituto
Entwistle (1928), “The English Archers at Aljubarrota, 1385”, Revista de História
Pereira (1915), “A Crónica do Condestabre de Portugal D. Nuno Álvares Pereira”, Boletim da Segunda Classe
Antonio et al. (1788), Bibliotheca Hispana Vetus 2:357-58
Memoria de los libros en portugués por que a de enviar el secretario Gabriel Gómez a Lisboa para hacer merced a don Antonio López de Calatyud (1597) , n. doc. 274
Rosa (2001-2002), “A santidade no Portugal medieval: narrativas e trajectos de vida”, Lusitania Sacra. 2a série 13-14:430
Ramos (2011 [2012]), “Narrativas medievais. A Lenda de Gaia na esteira agostiniana”, Românica 20:131-48
Silva (2015), “Chronicle-Composition in Medieval Portugal. A General Outline”, Mirator 15:43
Subject Crónicas - Histórias Medievais
Fundo Geral
Number of Witnesses 11
ID no. of Witness 1 cnum 1034
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, Res. 26 A (BITAGAP manid 1025)
Imprint Lisboa: Germão Galharde, Valentim Fernandes, 1526-11-06
Location in witness ff. 2r-66r
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Coronica do condestabre de purtugal: Nuno aluarez Pereyra
Incipit & Explicits prólogo: [ 2r] Antigamente foy custume
texto: [ 2r] Em portugall ouue huum grande caualeyro
References Trindade [Alberto Eduardo Valado Navarro] (1961-65), Ensaios Bio-bibliográficos 2:115-27
Nunes (1932), Florilégio da Literatura Portuguesa Arcaica 122-23
Biblioteca do Exm. Senhor Visconde da Trindade (1943-) 3:29v-33r
ID no. of Witness 2 cnum 1035
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, Res. 28 A (BITAGAP manid 1026)
Imprint Lisboa: Germão Galharde, 1554-10-30
Location in witness ff. 2r-
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Coronica do Condestabre de Portugall dom Nuno aluarez Pereyra
Incipit & Explicits prólogo: [ 2r] Antiguamente foy custume
ID no. of Witness 3 cnum 2169
City, library, collection & call number Desconhecido: Não localizado, (BITAGAP manid 1607)
Copied 1577
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Coronica do conde estabre de Portugal Nuno Alvares pereira
ID no. of Witness 4 cnum 1618
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca do Palácio da Ajuda, 49-XI-41 (BITAGAP manid 1220)
Copied 1601 - 1634
Location in witness pp. 343-512
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Incipit & Explicits texto: [ 343] Em Portugal ouue hũ grande caualro
ID no. of Witness 5 cnum 11237
City, library, collection & call number Lisboa: Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Manuscritos da Livraria, 597 (BITAGAP manid 2030)
Copied 1601 - 1700
Location in witness ff. 2r-78v
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Incipit & Explicits prólogo: [ 2r] Antigamente foi custume fazerem memoria
texto: Em portugal ouue hum grande caualeiro … a qual elle per sua misericordia nos de. Amen.
ID no. of Witness 6 cnum 1773
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, COD. 832 (BITAGAP manid 1460)
Copied 1601 - 1700
Location in witness ff. 1r-82r
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Incipit & Explicits texto: [ 1r] Antiguamte foj custume
Note Cópia do impresso de 1554.
ID no. of Witness 7 cnum 1036
City, library, collection & call number Coimbra: Biblioteca Geral da Universidade, R-73-11 (BITAGAP manid 1027)
Imprint Lisboa: António Álvares, 1623
Location in witness 1r - 73
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Chronica // do condestabre // de Portvgal Dom // Nunalvarez Pereyra
Incipit & Explicits prólogo: [ 1r] ANtiguamente foi custume fazerẽ memoria
texto: [ 1r] EM Portugal ouue huum grande caualeyro
ID no. of Witness 8 cnum 11235
City, library, collection & call number Lisboa: Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Manuscritos da Livraria, 938 (BITAGAP manid 2028)
Copied Lisboa: 1623 a quo
Location in witness ff. I:1r-97r
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Incipit & Explicits prólogo: [ I:1v] Antigamte foi custume fazerem memoria
texto: [ I:1v] Ouue en portugal hum grande Caualeiro … [ 97r] … elle a todos nos de per suas grandes merses.
ID no. of Witness 9 cnum 2825
City, library, collection & call number Évora: Palácio das Cinco Quinas, M-VI-3 (BITAGAP manid 1640)
Copied 1629 antes de
Location in witness ff. 121-173v
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Da Chronica do So Condestabre
Condition Incompleto
ID no. of Witness 10 cnum 10980
City, library, collection & call number Lisboa: Biblioteca de Estudos Humanísticos, [sem cota] (BITAGAP manid 1921)
Copied 1701 - 1800
Location in witness 1r-100v
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Incipit & Explicits prólogo: [ 1r] Antigamente foi costume fazerem memoria
texto: [ 1r] Em portugual ouve hũ grande Caualeiro … [ 100v] … a qual elle por sua merçe nos dee. Amen.
Note Cópia manuscrita do impresso de 1526.
ID no. of Witness 11 cnum 28475
City, library, collection & call number Kraków: Uniwersytet Jagiellon\ski, Lus. Quart. 1 (BITAGAP manid 5429)
Copied 1885 ad quem
Location in witness ff. 30r-132r
Title(s) Desconhecido, Crónica do Condestabre de Portugal Nuno Álvares Pereira, escrito/a 1431 ca. - 1440 ?
Subject Recursos electrónicos - Internet - Obra digitalizada
Record Status Created 1988-07-04
Updated 2021-07-11